fbpx

8:30 até 18:00hs

Segunda a Sexta / Sábado até as 12:00hs

Rua Major Evaristo Frauzino, 652

Centro, Morrinhos

(64) 3416-1010

[email protected]

Comparar listagens

Caixa nega alta de juro para casa própria à classe média

Caixa nega alta de juro para casa própria à classe média

O novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, negou na terça-feira (8) que vai haver aumento dos juros no financiamento da casa própria para a classe média, mas destacou que eles permanecerão acima das taxas do programa MCMV (Minha Casa Minha Vida), voltado para as classes mais baixas. Segundo ele, os juros do MCMV são subsidiados e os juros para classe média estão num patamar mais elevado.

Na segunda (7), após sua posse para o comando do banco estatal, Guimarães afirmou que a classe média deveria pagar juros de mercado na habitação. “Quem é classe média tem que pagar mais. Ou vai buscar no Santander, no Bradesco, no Itaú. Na Caixa, vai pagar juros maiores que Minha Casa Minha Vida, certamente, e vão ser juros que vão ser de mercado”, declarou.

Guimarães disse na terça ter ficado incomodado com parte da imprensa que, segundo ele, distorceu suas palavras. “O menor juro que existe no Brasil para crédito imobiliário é o do Minha Casa Minha Vida; querer comparar Minha Casa Minha Vida com crédito imobiliário para classe média não é correto matematicamente. É óbvio que juro para classe média é maior.”

Para Basílio Jafet, presidente do Secovi/SP, sindicato da habitação, as declarações na segunda mudam um “pouquinho” as condições de financiamento no país.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Jafet disse que os juros praticados pela Caixa já estão próximos às taxas oferecidas pelos demais bancos. “A diferença não é sensível. Estamos falando de menos de um ponto percentual”, afirmou.

O presidente do Secovi/SP afirmou ainda que hoje o cliente pode escolher a instituição financeira que oferecer as melhores condições. “Se a Caixa deixar de oferecer financiamento suficiente para a classe média, esses financiamentos serão absorvidos pelos demais bancos, inclusive o Banco do Brasil”, disse.

fonte: metrojornal

img

lorrander

Posts relacionados

Caixa quer novo modelo de Crédito imobiliário com taxa menor que a cobrada em habitação popular

Nova modalidade troca a TR, hoje zerada, pelo IPCA. Juros devem ficar abaixo da faixa mais alta do...

Continue lendo
silvano
por silvano

FONTES: PRESSIONADO, GUEDES LIBERA R$ 700 MILHÕES PARA RETOMAR MINHA CASA MINHA VIDA

Brasília, 01/03/2019 - Depois da pressão de prefeitos e parlamentares insatisfeitos com a...

Continue lendo
por lorrander

Saiba como conseguir desconto de 50% na taxa de registro do primeiro imóvel

Desconto é válido para quem comprou o imóvel financiado pelo Sistema Financeiro de Habitação,...

Continue lendo
por lorrander

Participe da discussão